sábado, 4 de março de 2017

SUCESSO – SEMPRE MUITO RELATIVO

A tarde está dando passagem à noite desta sexta-feira pós carnaval e do finalzinho do verão que foi extremamente gratificante, repleto de comemorações religiosas e profanas que coloriram a nossa querida Ilha de Itaparica e, é claro, cá estou quietinha no meu canto, pensando e pensando em tudo que venho vivendo ao longo de minha vida e, no quanto esta tem sido surpreendente, dando a mim um profundo sentido interior de permanente sucesso, apesar de no percurso muito eu ter perdido em bens materiais e, em alguns momentos, sequer acreditar que seria possível atravessar as nuvens pesadas e escuras que insistiam em nublar os esforços empreendidos. Pensava comigo mesma: tudo há de passar, não posso esmorecer e nesta constante estimulação que, confesso, jamais soube exatamente de onde vinha, fui tocando a vida e recebendo inúmeras graças que chegavam através de portas e janelas que se abriam, levando-me a armazenar com muito carinho infinitas vitórias existenciais, numa sucessão de altos e baixos, que foram deixando pelo caminho perfumes e aromas de uma vivência extremamente rica e abastecida de sucessos. Há quem meça seus próprios sucessos através do patrimônio expressivo ou de toda e qualquer forma de luxo e riqueza, poder e glórias, outros por conseguirem manter suas vidas dentro de padrões de equilíbrio financeiro, outros ainda, buscam a vida junto a natureza, despojados de quase tudo sistêmico, afinal, “cada cabeça uma sentença”. Todavia, em regra geral, somos induzidos a apreciar, desejando o brilho que reluz. Penso então, que como todo mundo, contabilizo meu sucesso e aí, que bom, são tantos que eu precisaria de muitas laudas para descrevê-los, portanto, vou resumir, mostrando o meu último sucesso, que veio através da generosidade de uma pessoa que ao ouvir um apelo que fiz, em prol de outra pessoa, através da Rádio Tupinambá, atendeu imediatamente. Afinal, sucesso é também ser intermediária entre quem precisa e o que tem para oferecer. Deixo aqui o meu mais sincero agradecimento a amiga Celma Santos, que também é nossa amiga no face, pelo carinho e generosidade em ofertar uma “Cadeira de Rodas” para uma linda pessoa que, no momento, dela muito necessita, rogando a Deus todas as bênçãos para ambas. A noite chegou de mansinho e encontrou meu coração em estado de graça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário