Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

OLÁ, BOM DIA !

Amanhece o dia e cá, já estou eu, as voltas com os meus escritos.
Penso então, que este hábito diário, foi à forma que encontrei, de saudar a vida em seu recomeço, a cada amanhecer.
Tento buscar na memória a partir exatamente de quando, comecei a dar bom dia à vida, mas sinceramente, não consigo lembrar, ficando com a impressão, de que isto, ocorre, desde sempre.
Gosto de abrir a janela e sentir o frescor de uma ainda madrugada. Amo poder, receber silenciosa, os pássaros que em bandos se chegam, fazendo suas festas matinais, até mesmo não se intimidando em amanheceres chuvosos.
Nestes casos em particular, deleitamo-nos com o cheirinho de terra molhada, da grama fresquinha, dos coqueiros gotejantes, do orvalhar de cada flor, que podemos usufruir.
Gosto de poder apreciar, através da janela, o dia ir se abrindo pouco a pouco, fazendo-me lembrar de minha própria vida que, também pouco a pouco, sem qualquer trauma ou precipitação, foi se abrindo para os novos, sempre surpreendentes.
Gosto de a…

O TEMPO PASSA

Parece que foi ontem… É assim que surpreendidos, constatamos que o tempo passou desde que, fizemos isto ou aquilo.
Por total autoproteção, deixamos o tempo correr, dando a nós mesmos a impressão que não estamos percebendo, mas lá no fundinho, bem sabemos de sua velocidade, até porque, o físico alerta e o espelho mostra, inexoravelmente cruel, as marcas deste tempo sorrateiro que a ninguém perdoa.
E aí, diante desta “suposta” surpresa, só nos resta o consolo do tempo já vivido, buscando nele, aqueles em que fomos absolutamente felizes. E se em meio a esta busca, formos invadidos por lembranças de tempos tristes, que, fechemos então os olhos, balancemos rapidamente a cabeça, espantando-as com veemência, porque afinal, se não podemos resgatar do tempo, tão somente, lembranças, que sejam pelo menos as boas, somente aquelas que nos fazem sorrir.
Bem, estou escrevendo sobre o tempo, porque hoje, foi um daqueles dias em que me olhei no espelho bem de pertinho, descobrindo novas rugas, medind…

MAIS UM ANO DE VITÓRIAS

Em abril de 2004, plantamos a primeira sementinha do Jornal Variedades no solo fértil ITAPARICANO, tendo em nossas intensões, desenvolver um trabalho sério, que nos propiciasse um ganho respeitoso, onde pudéssemos exercer a nossa profissão com dignidade, indo mais além, na proposição de nos transformarmos em um elo de comunicação entre os Municípios de Itaparica e Vera Cruz.
Em um trabalho de diferenciação, fugindo dos padrões habituais de qualquer atividade comercial, buscamos nos inserir no seio da sociedade, antes de tudo como membros efetivos de uma enorme comunidade que é a nossa Ilha como um todo, que, respondeu imediatamente, nos acolhendo fraternalmente.
Não houve um momento sequer em que nos sentíssemos, como estranhos no ninho, muito pelo contrário, fomos e somos a cada instante, alvos de apoio, solidariedade, reconhecimento e homenagens.
Nesta linda trajetória de 84 edições, fomos conhecendo pessoas incríveis que certamente nos ofereceram a bendita oportunidade de nos fazer pe…