Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Evidências irrefutáveis ...

Ler a revista Veja semanalmente se por um lado enriqueceu meus conhecimentos em determinadas áreas onde certamente eu não teria acesso por outros meios, principalmente nos últimos quase 20 anos, por outro, leva-me em muitas ocasiões a sentir um desolar imenso em relação ao meu país e a quase tudo que o envolve, principalmente no tocante a política e, mais precisamente, aos políticos, arrancando de mim, a cada edição, resquícios de ingênua esperança de que algo ou alguém deste meio não esteja envolvido em falcatruas.
Confesso que acabei criando um ranço de desconfiança, assim como uma pré-concebida avaliação quase generalizada que me causa, em determinadas situações, um enjôo real, por ser físico, que combato a duras penas, obrigando-me a subverter todas as informações recebidas e que, é claro, agem como indutoras cruéis, a fim de que minhas avaliações não sejam movidas ao primarismo da aceitação de um fato como verdade absoluta.
Entretanto, de uns anos para cá, percebo que as figuras en…

MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA

SE LIGA BRASIL""

"Em uma democracia, nenhum dos Poderes é soberano.
"Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.
"Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, os inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.
"É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.
"É inaceitável que a militância partidária tenha convertido os órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.
"É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.
"É inconc…

COMO NÃO...

Como não participar dos processos políticos em minha cidade, quando me deparo com um passado, assim nem tão distante, registrado em fotos coloridas que acabo de encontrar junto a alguns papeis em minha escrivaninha.

Em cada uma das fotos, volto ao passado e parece que elas se tornam vivas e até sou capaz de ouvir os sons e sentir o calor humano que emanava de cada itaparicano em cada festa, comemoração de qualquer natureza, mas sempre de acordo com o calendário histórico ou religioso.

Foi um período em que o povo viveu alegremente com suas auto-estimas elevadas e isto se caracterizou em cada esquina de qualquer calçada, onde pessoas circulavam, acreditando que, finalmente, a cidade estava na rota do desenvolvimento.

Enquanto o povo aprendia a assimilar uma nova visão de progresso, onde a miséria e o abandono social, frutos de gestões descompromissadas ou simplesmente incapazes, estavam sendo gradativamente erradicadas, através de ações sérias e bem estruturadas, sem compactuar com arranj…

T A L E N T O X V O C A Ç Ã O

Ainda lembro do meu primeiro dia de aula como professora primária, lá pelos idos dos anos 60. Naquela época, foram algumas exceções, as moças de “família” estudavam para serem professorinhas e se preparavam na Socila (escola particular de etiqueta social), para se tornarem elegantes esposas. Foi naquela década que começaram, de forma bastante agressiva, as mudanças comportamentais dos jovens, mas lá em casa, bem... o negócio era diferente.
Como única filha mulher e, ainda por cima, “rapa do tacho”, não me foi dada qualquer opção diferenciada, pois a marcação era ferrenha, assim como devo confessar que, de tão desligada e menos ainda arrojada, sequer em algum momento pensei em romper as tradições e o controle acirrado.
Já naquela época, e para falar a verdade desde sempre, estive no mundo da lua, como gostava de dizer minha mãe, pois o que mais me agradava era ficar em estado contemplativo ou simplesmente escrevendo. Hoje, seria considerada uma preguiçosa, sem ambições ou perspe…

Q U E M B U S C A... E N C O N T R A

Fantástico!
Quarenta e tantos anos depois, por causa de uma incansável curiosidade pessoal e íntima de encontrar vestígios de vida pulsante referente ao passado, provavelmente mania de alguém que esta envelhecendo e então consciente da escassez dos tempos vindouros, recorre às lembranças da juventude, como se isto pudesse resgatar os anos dourados de muita ingenuidade.
E viva a internet e sua instantaneidade, trazendo a possibilidade do resgate, as expectativas da busca e o prazer bendito do afloramento de antigas emoções. Resgatar emoções de alegrias vividas que ficou lá no fundinho da alma, aparentemente adormecidas, é com certeza pura satisfação.
Pois é, quem busca acha.
Eu busquei e este universo fantástico me respondeu, através das vibrações amorosas que tudo faz acontecer.
Só é preciso acreditar, por fé e ir à luta.
Aliás, nesta sexta-feira iluminada foram vários os resgates, inúmeros momentos de imensa satisfação que vieram com o cheirinho de passado se transformando em fabuloso pr…

Hora de descontração. Porquê as mulheres precisam de 2 homens !

Foi provado, após acompanhamento de vários casos, que toda mulher precisa de dois homens: um em casa e outro fora de casa.

Para entender, é muito simples:
1. O marido cuida da parte financeira, paga as contas dos filhos, da esposa e da casa.
2. O outro cuida de você.

3. O marido fala dos problemas, das contas a pagar, das dificuldades do dia.
4. O outro fala da saudade que sentiu de você durante a sua ausência.

5. O marido compra uma roupa nova para ir a um compromisso de trabalho.
6. O outro tira essa mesma roupa só pra você.

7. O marido dorme com aquela camiseta velha e de cueca as vezes até de meia.
8. O outro dorme completamente nu, abraçadinho a você.

9. O marido reclama das coisas que tem que consertar em casa.
10. O outro te recebe no apartamento onde tudo funciona perfeitamente.

11. O marido telefona pra casa e fica perguntando o que tem que comprar no supermercado, padaria e etc.
12. O outro telefona só pra dizer que comprou um champagne que você vai adorar.

13. O marido reclama do chefe, …

ETERNAMENTE LINDA

imagem: hildaroxo.org
Linda, possuidora de um talento especial para encantar a todos, simples, desprovida de apegos materiais, mas exigente quanto à busca, manutenção e convivência com o belo de qualquer natureza, totalmente liberada emocionalmente, criatura envolvente, artista espontânea, profissional competente, amiga incondicional, mulher maravilha com quem tive o prazer de conviver e que, certamente, foi em grande parte responsável pela infância e adolescência esplendorosa que pude desfrutar.
Tia Hilda, foi o complemento ideal que meus pais puderam ter na responsabilidade de minha formação. Ela era o equilíbrio, que permanecia inabalável entre o rigor de minha mãe e a absoluta paparicação de meu pai. Ambos quiseram fazer de mim uma boneca intocável, privando-me de maiores exposições, enquanto ela, arrojada e de visão mais ampla, enxergava em mim o pequeno pássaro desejoso em bater asas e voar.
Com carinho próprio da sensibilidade protetora, ela foi direcionando minhas também sensibi…

SIMPLESMENTE EXISTINDO

O corpo frágil repousa sobre as pedras roladas do rio, enquanto os longos cabelos castanhos escuros dançam aos movimentos da água que ultrapassa os limites do corpo, mantendo-o, por todo o tempo, arrepiado, como reação natural de uma temperatura fria e estimulante.
Os olhos, fixos na imensidão de um espaço entrecortado pela vegetação vasta em permanente movimento, criando sombras, imagens sem definição, levando a ofuscamentos constantes, porém nada que um piscar de pálpebras de imediato não resolva.
Os dedos enrugados embranquecem, mas nada de verdade é sentido além do júbilo do instante presente de estar ali, entre o céu e a terra, em uma única vibração amorosa.
Os sons em profusão se integram, formando uma única melodia, anestesiante a todos os demais, cuja sintonia não se integre à toda aquela orquestração da natureza.
O sol, devagarzinho, vai se retirando e a noite vai lentamente tomando o seu espaço, e os sons no mesmo ritmo vão mudando em um novo arranjo melódico, um arrepio mais pr…

APENAS UM BEIJA-FLOR

Sei que não é politicamente correto falar a respeito de coisas que podem contrariar determinadas facções religiosas e tão pouco é esta a minha intenção, mas, sabe como é... sou também um pouco visionária e gosto de deixar minha mente projetar-se em outras dimensões.
Neste exato momento, estou lá na Serra da Piedade, em Caeté, cidade bem próxima de Belo Horizonte, que exibe uma das mais lindas cadeias de montanhas, adornadas com uma exuberante vegetação que, infalivelmente, leva à paixão.
E aí, bem ... só faço deixar pipocar todos os flashes arquivados na memória e como uma arquivista sonhadora, insiro-me, fazendo de cada, um palco exclusivo onde torno-me soberana e, em meio à toda esta profusão de lembranças nas quais abusadamente penetro, invariavelmente me vejo um beija-flor.
Penso, então, que se humana não fôsse, com certeza nada mais me daria prazer que estar, por todo o tempo, suavemente beijando e sorvendo o nectar das flores e na leveza de minhas batidas de asas, penetrar flores…

MALUCOS BELEZAS

E começou tudo de novo e como foi bom, meu Deus!
Lá estava a Dona Regina de bandeira hasteada, vibrante, suada, mas absolutamente feliz, justo por estar fazendo exatamente o que desejava. Em dado momento, buscando uma pequena sombra e um copo de água bem fresquinha, pude, por instantes, riscar no espaço que se descortinava com o mar de Porto dos Santos, desenhos de lembranças recentes, onde alí mesmo, sobre um palanque, discursei com a emoção dos idealistas, cercada basicamente dos mesmos parceiros de jornada política e realizada por estar tendo a oportunidade de expressar livremente a minha cidadania.
Despertei de repente destas lembranças gloriosas, para em seguida perceber o quanto tudo mudou e se perdeu em apenas dois anos. Respirei fundo e percebi que se necessário fosse um discurso meu, nada eu conseguiria falar, pois não havia nada que eu pudesse dizer que não fosse:
- Que dor!
Dor por estar vendo a cidade que amo esfacelada, sucateada, desrespeitada e tal qual uma náufraga em de…

APENAS EXISTINDO

Estou lendo novamente, "Discurso do Método", do filósofo René Descartes e, enquanto leio, ouço música suave e, vez por outra, paro minha leitura e escrevo algo, seja para um amigo querido, seja para este blog, onde certamente sou possuidora de muitos amigos virtuais que me prestigiam, tendo a generosidade em ler os meu escritos e comentá-los, oferecendo-me, assim, a chance inenarrável pelo seu potencial em aprender a cada dia mais um pouquinho e, tal qual Descartes, afirmo que, apesar de tantos aprendizados, constato a cada instante saber ainda muito pouco, quase nada.
Gosto de ficar comigo mesma na companhia de uma boa música que, certamente, me ajuda e muito a viajar mentalmente, pensando e recriando tudo quanto me parece pobre, buscando brechas onde eu possa colocar uma nova visão à respeito.
Adoro esmiuçar, seja lá o que for, para entender o princípio intencional da coisa.
Mas inegavelmente é o emocional humano que mais me aguça. E falar, pensar, estudar e, claro, esmiuçar …

ENTERRANDO O SETE DE SETEMBRO

image: flickr.com/photos/leley1/41038495/

Os tempos mudaram e o Sete de Setembro também. Ainda me lembro, e não faz assim tanto tempo, todos os anos as escolas providenciavam com antecedência inúmeros ensaios com os alunos, criando em cada criança e adolescente a perspectiva de um desfile que, além de bonito, induzia subjetivamente um enorme orgulho pela farda, pela bandeira, elevando a auto-estima e, consequentemente, o orgulho de estar participando de uma festa cívica.
Cívica?
Que diabo quer dizer isto?
DIRÁ A GRANDE MAIORIA DOS ESTUDANTES...
Pois é, cívico quer dizer relativo à pátria e patriótico, quer dizer: relativo a patriota e este quer dizer: quem ama a pátria, manifestando esse amor por meio de serviços.
Quando se discute a falência ostensiva da educação ,associando-a ao aumento descabido da violência, logo surgem catedráticos e políticos ofegantes com suas bandeiras em defesa da classe, exibindo siglas de repasses financeiros, colocação de infocentros nas escolas, notas fiscais d…

CALA BOCA REGINA !!!!!!!!!!!

Fui banida e nem sei bem porquê das edições diárias de um portal que fornece notícias do Recôncavo e cercanias que não digo o nome, pois burra jamais fui e não darei munição para me ferrarem...
Minha exclusão foi radical, pois retiraram inclusive todas as crônicas que haviam sido publicadas desde o início deste ano.
Como não conheço ninguém que dirige o referido blog que, diga-se de passagem, em muito me agrada, pois coloca-me a par diariamente dos acontecimentos de Valença e demais localidades, inclusive da Ilha de Itaparica, fico então me perguntando, sem qualquer resposta que não seja absolutamente baseada em suposições, tais como:

- Será porque não sou petista e, além de não ser, ainda faço críticas à pouca vergonha que muitos de seus menbros direcionaram às posturas dos demais partidos, induzindo-os de um modo geral a escracharem-se, fazendo das causas públicas um descalabro nacional?
- Será que a tal discutida censura que os mesmos estão lutando para impor à imprensa de um modo ger…

APENAS VIVEM

E não é que novamente, pelo menos até o momento, a natureza, poderosa em suas decisões, resolveu mais uma vez contrariar os senhores da tecnologia e não choveu conforme o previsto.

Pois é, quem vai discutir com a senhora natureza, ainda mais de uns tempos para cá o mundo de um modo geral, através de nós humanos sabichões, tem sido cruel, desumano, mas acima de tudo imbecil ao subestimar seu poder e vontade?

Ora faz calor demais, ora chove absurdos, ora tudo se resseca, ora derretem-se as geleiras, ora cidades afundam lentamente, ora cidades estão sendo engolidas pelas areias, e por aí vai, e nós, criaturinhas ditas abençoadas por Deus e bonitas por natureza, também vamos em nossa permanente inconsequência fechando arrogantemente nossos sentidos, crendo de forma individual nenhuma responsabilidade nos caber, fazendo então vistas grossas ao nosso universo pessoal e nos deixando, por indução falsamente protetora, acreditar que o que acontece lá adiante não nos atingirá, e que a nossa parti…

ÉTICA DO AURÉLIO

Aurélio, designou a palavra ética como: "estudo dos juizos de apreciação referentes à conduta humana, do ponto de vista do bem e do mal".
Continuando nesta linha de entendimento, fui buscar o que significa "estudo de juízos" e encontrei o seguinte:
"estudo é o ato de estudar, aplicação do espírito de aprender, conhecimento adquirido com essa aplicação, trabalhos que precedem a execução dum projeto", enquanto "juízo" é "o ato de julgar, conceito, opinião, tino, ponderação, senso, bom senso, fôro ou tribunal onde se processam e julgam os pleitos, mente, pensamento".
Em meio à toda esta explicação linguística em um país onde o analfabetismo ainda é imenso e onde a educação jamais foi prioridade governamental é, portanto, de se supor que se ter ética é um ato heróico, reservado tão somente àqueles herdeiros universais de princípios de convivência, oríundos de base familiar que milagrosamente se preservou em meio aos constantes troca-troca d…