Pular para o conteúdo principal

Postagens

AOS MEUS AMIGOS

Não há nada que justifique mais o meu carinho por Itaparica, quanto a certeza absoluta de que nunca estou sozinha, esteja eu, onde estiver, pois, tem sempre alguém que me acena ou se aproxima para aliciar o meu coração com uma palavra amiga.
Hoje, foi mais uma manhã ensolarada em que, junto ao meu Roberto, saboreava os deliciosos pastéis do Bar do Manoel e da Marisa, apreciando aquele mar pelo qual nos apaixonamos, que novamente fui agraciada com maravilhosas palavras de aconchego e reconhecimento do trabalho que venho realizando nestes 16 anos de comunicadora, seja através do Jornal Variedades por doze anos, seja pela Rádio tupinambá, por seis anos ou pelas inúmeras crônicas que publico em meu blog e no facebook, desde 2009.
Não sei como se chamam e tão pouco onde moram, mas com absoluta certeza fizeram o meu dia ficar muito mais bonito.
Obrigada é tudo que consigo dizer nesta reafirmação diária de que sei de onde vim, não sei para onde vou, mas certamente sei onde estou e sou grata à v…
Postagens recentes

AGRADECIMENTO

Neste dia especial do amigo, venho agradecer a toda a equipe do CAPS através do Dr, Pablo, Rafael Mendes e Fábio , pelo carinho e atenção dedicados a senhora Rosalina Lima, cadastrando-a no Hospital Juliano Moreira para que a mesma mensalmente, possa receber o remédio de custo elevado. Estendo o agradecimento a Prefeita Marlylda Barbuda por ter autorizado a enfermeira Amanda a liberar a agente comunitária Jaciara a proceder o devido cadastramento em Salvador.
Cuidar de um amigo meu é adentrar no meu coração.
Parabéns e obrigada

GRATIDÃO

Salve os pés macios que levemente atravessam as areias quentes deste deserto árido que as vezes, posso representar. A leveza do ser que se faz presente na minha vida, trazendo consigo o frescor dos orvalhos, o brilho das estrelas, o alívio das chuvas de verão. Bendita a alma que te pertence, bendita pessoa que me ama.

INVERSÃO

Estamos vivenciando uma inversão tamanha de valores, e não é de hoje, afinal, particularmente comecei a me dar conta, lá bem atrás, na década de oitenta se não me falha a memória, e de lá para cá, a coisa se acelerou tanto, que pouco tempo tive para assimilar cada mudança no ser, no pensar e no agir das pessoas. Como uma mula, estanquei em forma de resistência e fui dando passos lentos e prudentes, mas isto não impediu que eu sofresse as intempéries, levando-me em alguns momentos a pensar que curvaria os joelhos e cairia por terra, vencida pelos novos valores com os quais, não só me eram estranhos, como ao conhece-los, rejeitei a maioria. Lá se vão mais de quarenta anos de corrida louca adaptativa com o apenas consolo de não me sentir solitária, já que comigo existe um batalhão de outras tantas que como eu, vai levando sem, no entanto, compreender a perda absurda do belo, do límpido e do verdadeiro.

BOM DIA

Cidadão sério e respeitoso é bem mais que defender e aplaudir., criticar e ofender. É principalmente dar exemplo pessoal no reconhecimento do adequado e crítico ferrenho do inadequado, para que o equilíbrio esteja presente nas ações e realizações de qualquer natureza.
Todo restante é puxa-saquismo e inconsequência.
Que Deus nos ajude a compreender e sermos compreendidos nos propósitos de nossos ideais.
Que a sensatez seja o nosso guia e o amor o nosso estímulo.
Assim seja, hoje e no decorrer desta semana que ora se inicia.

QUEM SABE UM DIA ...

Isenção não é para qualquer um, afinal, o preço é alto a ser pago quando insistimos em só nos ater aos fatos e nada mais. Não há complacência, nem piedade da maioria, se não tendermos o pêndulo de nossas avaliações a um só lado, independentemente da lógica gritante da razão dos fatos, que muitas vezes cruéis, se fazem marcantes onde quer que estejam. Fui à reunião do ex-prefeito de Itaparica, confesso, ainda esperançosa de que de uma forma inédita, o mesmo dispunha-se a ser um aliado no enfrentamento do atavismo administrativo. Qual nada... estamos sós, como sempre, e continuando na dependência das benécias, boa vontade e generosidade dos governos estadual e federal, além da nunca existente atenção de deputados e congressistas, reforçando a tese de que Itaparica é incapaz de mudar por si só sua realidade; esta conscientização, com certeza, não é só minha. Saí frustrada e convicta de que não viverei para ver minha Itaparica verdadeiramente amada, cuidada e respeitada como merece, a não ser…

DESABAFANDO COM UMA AMIGA

O assunto era a presença da Ditadura Militar nos anos 60/70 vivenciado por nós, bem de perto, assim como as artimanhas incansáveis dos comunistas que vestiram a roupagem de uma Democracia que não convenceu.
Assim respondi:
_Exatamente e foi tanto que o povo e as autoridades em geral ofereceram apoio. Eramos jovens, trabalhávamos em jornal, particularmente estive em Conceição e Redenção no Pará no período brabo do AI-5 e nunca nos abordaram onde quer que fossemos. Por que será? Não terá sido porque não empunhávamos a ideologia comunista? Fico ouvindo os artistas, jornalistas e especialistas falando daquele período e se esquecem de mencionar que o povo em geral, vivia em paz, segurança e muita fartura. Só foi preso, apanhou e infelizmente veio a perder a vida, aquele que de algum modo era contra o regime em prol do comunismo. A ditadura do abandono, da roubalheira, da falência institucional, da educação e saúde piores que meia boca, da violência urbana a níveis assombrosos, esta sim, ent…