quarta-feira, 15 de agosto de 2012

BOM DIA, REGINA



Hoje, fiz diferente do acordar de todos os dias que posso me lembrar. Fugindo ao velho hábito, não dei o meu bom dia à natureza esplendorosa de meu quintal, tão pouco, conversei com os meus passarinhos e sequer fiz festa nos meus cachorros, limitando-me a tão somente, abrir janelas e portas, colocar pó e água na cafeteira e, surpreendentemente, olhar-me no espelho como se precisasse buscar minha imagem que percebi que ficou esquecida entre uma tarefa e outra, entre uma descoberta e outra que me envolveu ao longo do tempo.

Apesar de não ter penteado o cabelo e tão pouco escovado os dentes, surpreendi-me ao olhar-me no espelho com o sorriso faceiro que reconheci de pronto ser meu desde sempre, não pude deixar de notar meus olhos que, apesar de velhos companheiros, ainda brilham como duas jabuticabas maduras devorando as seivas que a vida oferece.

E se não bastasse para o reconhecimento matutino, lá estava uma espécie de vibração, não enxergada, mas certamente sentida, que me fez deixar o espelho, ir até o quarto novamente e beijar o meu amor que ainda dormia, reconhecendo ali, naquele exato momento, todo o elixir de meu pronto reconhecimento pessoal, porque afinal, ninguém pode se sentir completo se a seu lado não estiver um grande amor.

Bom dia, meu parceiro de vida e de emoções, pelos incrementos que a ela adiciona, para que ela se complete e eu possa, então, retornar à minha velha e gostosa rotina de reconhecer-me a cada instante, nos pássaros, nos cães e na natureza.

Para o meu amor Roberto pelos 44 anos, 528 meses,16.060 dias de pura amizade que nos transformou em parceiros apaixonados.

Já sei o que estão pensando:

- ridículo... Isto é coisa de adolescente.

Pois vocês tem razão, é isso mesmo, mas e daí?

Por acaso, vocês acreditam que consegui ser feliz por tanto tempo, tendo medo de expressar os meus sentimentos, parecendo ridícula e coisa e tal?

Claro que não, procurei por todo o tempo, aí sim, andar bem juntinho da certeza de que felicidade não cai do céu, para tê-la torna-se necessário  o tesão pela vida, e nesta, nada é ridículo ou perda de tempo, tudo é aprendizado.

Um dia de luz para iluminar as muitas lições que a vida no dia de hoje oferecerá a você que me lê neste instante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário