quinta-feira, 22 de setembro de 2016

MICHELLE MARQUES - Princesa do Gueto, do Marcelino e de todos nós.


Conheci você no exercício de meu trabalho junto ao Jornal Variedades e a Rádio Tupinambá em 2012 e de lá para cá, aos pouquinhos fui aprendendo a admirá-la pela pessoa suave e pela profissional competente e dedicada que, além de tudo possui a capacidade, hoje rara, de ser um ser agregador, capaz de delegar responsabilidades e permitindo que os brilhos das conquistas deles, a eles pertença.
Há alguns meses atrás, conversando, você me disse que estava receosa, frente a responsabilidade de vir a concorrer a vice, para a Prefeitura
Itaparica, pois não tinha noção de política partidária e, então, lhe disse que o itaparicano, assim como todo brasileiro, já está cansado de político e que, só por isto, você deveria se sentir mais tranquila.
Disse-lhe também que relaxasse, ou seja, que continuasse com a honradez que a caracteriza, mostrando o seu trabalho e sua equipe, legados que são reais e palpáveis e que estão à disposição de qualquer pessoa deste Município que, verdadeiramente queira enxergar e reconhecer.
Sabe querida, você cumpriu com decência o seu trabalho, dignificando a gestão de Raimundo da Hora e, agora, diante de mais este desafio, certamente, você consolidou junto a cada criatura capaz de avaliar o que é bom para cidade, o seu valor de pessoa humana e de profissional.
Dói em mim e em cada criatura que conhece você e o seu trabalho, ler ou ouvir os infelizes da vida, chama-la de MIMICHELI. Eles com certeza não sabem o que fazem e muito menos o que dizem, afinal, eu e muitos outros estivemos com você e o vereador Nixon no alto do Marcelino para implantar um serviço social, mas eles não sabem, porque afinal, nem aqui estavam, portanto, minha querida, você é a “princesa do gueto” e de qualquer outro lugar, pois em qualquer um, sempre existirão pessoas sensíveis que reconhecerão o seu valor.
Que Deus a conserve sempre, este ser humano limpo, transparente e abusadamente humana, para que outros no decorrer de suas vidas, tenham como eu, o prazer de conviver com você.
Sei que falo por mim e por milhares de outros itaparicanos que foram beneficiados com a reconstrução de uma secretaria de saúde que se encontrava destruída, abandonada e com seus funcionários desmotivados.
Um beijo no seu coração e a certeza de que ganhando ou perdendo, você sempre será uma vencedora, assim como cada um de nós que, superamos até mesmo, nossas limitações de saúde para apoia-la, nesta sua bendita caminhada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário