sábado, 28 de junho de 2014

PODEMOS SER MELHORES


Neste sábado de inverno gostoso da Bahia, mesmo contundida por causa de uma pequena cirurgia na boca, o que me impede de falar, mas não de pensar e , portanto, analisar o que ouço ou leio, sou remetida a reconhecer mais uma vez, a imensa capacidade nossa, criaturinhas ainda tão mesquinhas em pisar, ofender, magoar, criticar aleatoriamente, denegrir os demais na sua maioria, pessoas que sequer conhecemos de uma forma mais completa e que até mesmo, nunca vimos, em uma arrogância desmedida, irresponsável, maliciosa e altamente nociva a tudo e a todos, principalmente a nós mesmos, pois se a vida é toda uma sucessão energética, conclui-se que o que vai, volta, trazendo consigo toda uma gama de energias acumuladas, não afins que nos torna pessoas doentes e  sofridas da alma e esta chorosa, somatiza dores, frustrações, doenças físicas e emocionais de todas as naturezas.
Olhem para o belo, o bem feito, o melhor de cada criatura  seja humana ou não, olhe para o belo a sua volta, tenha generosidade com o imperfeito e certamente, todo o universo estará pronto para lhe inspirar a aconselhar, recomendar e até mesmo corrigir o mal feito, pois no retorno das energias, o foco de sua compreensão retornará aberto ao aprendizado.
Que neste sábado, as luzes deste sol que insiste em brilhar, adentre em nossas retinas e nos faça mais humanos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário