quinta-feira, 5 de novembro de 2009

INACREDITÁVEL!...

imagem: jornalsanitario.files.wordpress.com

Desde o dia primeiro de janeiro de 2009, quando então o ilustríssimo Sr.Vicente Gonçalves da Silva assumiu o cargo de Prefeito do município de Itaparica, através do voto popular, que o inusitado, o imponderável, um incrivelmente absurdo vem acontecendo e nada e tão pouco alguém mensura tamanho despropósito em se permitir que um estranho, lá colocado por ele, administre a cidade, negocie alianças e proceda tudo o mais que lhe vem à cabeça, inclusive, coagindo a todos com a vara invisível de uma perseguição constante, ancorado que se encontra através de uma impunidade que assola e envergonha qualquer cidadão que se respeite.

Nem nos mais criativos contos ou histórias em quadrinhos, filmes de ficção ou coisa que o valha, esta situação escabrosa foi retratada, mas no Brasil, da submissão nordestina ao cabresto ainda feudal, este descalabro, esta afronta, este despropósito, encontra apoio junto a deputados e senadores que se intitulam decentes, e respaldo em leis que são magistralmente manipuladas por advogados que fizeram seus nomes e carreiras atingirem o topo do sucesso, justo escamoteando-as, driblando juizes, que por força de um engessamento jurídico, não os permite entendimentos que abracem o direito de cada cidadão, que desiludido, vê por todo o tempo suas últimas esperanças escoarem para o ralo, pois por mais simples e medroso que ele seja, sabe muito bem que juizes e ministros, raramente se dão ao direito de entenderem dentro do direito, contrariando assim, ou melhor, utilizando-se também dos mesmos métodos pouco ortodoxos que os senhores advogados bem pagos, no caso com o dinheiro público roubado, o fazem.

E aí, me pergunto como cidadã comum, se essa postura se dá por falta de conhecimento ou por questões políticas?

Pois é sabido que as ameaças de transferências e atrasos promocionais, atingem infelizmente também aos interesses do judiciário.

E neste vai e vem de trâmites jurídicos, a imunidade parlamentar se sobrepõe aos interesses da cidade e de seu povo, deixando-nos com a certeza absoluta que mais do que nunca, algo precisa acontecer, a fim de que o povo, que afinal é o grande pagador de tudo e de todos, possa vir a conviver com a decência e os bons costumes e com leis que possam apenas servir para beneficiar os justos e oprimidos, assim como para punir o meliante.

A inversão de valores, sempre fez parte da conjuntura emocional e racional da criatura humana, assim como o bom senso e a de preservação de sua dignidade de pessoa humana, entretanto, de uns tempos para cá, perdeu-se o controle da ganância e do mau-caratismo, permanecendo apenas o medo, a inércia e os interesses puramente pessoais, como tônica de norteamento comportamental em todas as esferas, sejam públicas ou privadas, e então, esperar-se o que do menino da favela ou periferia, que ele tenha ética, decência ou mesmo complacência, sendo bonzinho e desistindo de correr atrás de seu proprio quinhão com as armas que possui?

Cada um usa a arma que tem e atira com o calibre que dispõe, não é assim na prática?

Pois é... nem as redes de tv e os grandes jornais de Salvador, nem os vereadores, nem quem quer que fosse, ousou, até agora, denunciar gritando aos quatro ventos tanto horror perante aos céus.

Fazer eu, então o quê, além de desabafar minha dor através de meus escritos e, é claro, sabendo não estar preparada para a reação que estes causarão, pois verdades não existem para serem mostradas e entendimentos só se pode ter neste pais varonil se tivermos as costas quentes e os bolsos bem recheados para, no mínimo, contratar guarda-costas e advogados, de preferência com o dinheirio público.

Portanto, só me resta rezar, se bem que em se tratando de política, nem Jesus conseguiu apoio do senhor seu pai DEUS, que preferiu deixá-lo morrer, para virar mito, salvando a todos nós, se bem... da política brasileira e em especial da itaparicana é que não foi.

Ah! , antes que eu me esqueça, é bom lembrar que na prestação de contas do referido prefeito, existem dois contratos de assessoria jurídica, pagos declaradamente com o dinheiro de impostos muitas vezes com o sacrificio de todos nós. Que tal verificar os sócios que compõem as mesmas.

Com certeza, aí não residirá qualquer surpresa quanto a incrível coincidência entre políticos famosos e poderosos de expressão nacional e nossa tão desgastada , sofrida e POBRE prefeitura de ITAPARICA.

--

Nenhum comentário:

Postar um comentário