domingo, 3 de maio de 2015

SIMPLES ASSIM


Quando minha rebeldia fica mais forte que o meu impulso natural à escrever pelas madrugadas, o universo na sua força energética, logo se manifesta, lembrando-me que meus escritos são bem mais que um simples prazer natural, por serem tarefas de vida, sem as quais, todo o restante perde o sentido.
Quando coloco a caneta entre os meus benditos dedos, deixo de ser apenas a Dona Regina e me transformo num regato, onde meus parceiros energéticos vão se chegando para o desfrute diário do banho de vida e liberdade e juntos nos recapacitamos em um rio de leves correntezas e no qual, sempre juntos, compartilhamos experiências já vividas, perspectivas a serem ainda vivenciadas, numa evolução de valores que mais que experimentações reais, são fundamentais para que o tudo o mais em que estamos inseridos, continue a nos abrigar de forma harmoniosa, pois juntos e tarefando, seguimos tão somente nos inserindo, jamais nos impondo à todas as paisagens que como margens contentoras, mas acima de tudo protetoras, seguem nossos caminhos existenciais.

PARA VOCÊ QUE ME LÊ, UM DOMINGO DE ABSOLUTA PAZ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário