quinta-feira, 1 de novembro de 2012

----------------------------------DECLARAÇÃO_______________



Tornei-me profissional da área de jornalismo e publicidade em 1971, quando fui convidada pelo Ilmo. Sr. Ivo Borges de Lima, então diretor comercial do extinto Diário de Brasília. Certamente, devo a ambos a solidez ética com a qual formei meu caráter profissional, sempre pautado no cuidado em não ferir a dignidade fosse de um ser humano ou de uma entidade, fosse pública ou privada.

Aprendi também a retratar-me em todas as ocasiões em que, indevidamente, percebesse ter ultrapassado qualquer limite em minhas informações ou posturas pessoais, procurando manter com minha postura profissional uma lisura que me impedisse de usar os meios pelos quais eu possuísse em função de vinganças ou perseguições de qualquer natureza.

Outros tempos, outros valores, outros objetivos, todos na sua esmagadora maioria voltados ao desempenho de um trabalho que espelhasse por todo o tempo a prioridade no estabelecimento do bem comum.

Passaram-se 41 anos e eu continuo atuando, nos últimos 10 anos em Itaparica e Vera Cruz, na modéstia que minha profissão de cronista do cotidiano impõe, com a certeza absoluta de tê-la honrado, e por esta razão que não me curvo à indolência do puxa-saquismo ou a covardia da chantagem política, práticas habitualmente possíveis de serem constatadas em alguns relacionamentos de ordem profissional com órgãos públicos.

Minha transparência de opiniões se limita aos interesses maiores de quem me lê ou ouve, ficando, portanto, isenta de qualquer postura que vise benefícios pessoais.

Assim, na qualidade de apresentadora do programa Show da Manhã que é transmitido diariamente pela Rádio Tupinambá FM 87.9 ou pelas edições mensais do Jornal Variedades, declaro que nada que não esteja ligado a estas duas pontuais apresentações, me diz respeito ou sofre qualquer influência de minha parte, jamais refletindo minha visão ou opinião, seja profissional ou pessoal.

Desta forma, resguardo-me de qualquer associação, pois não mando recados e me sinto absolutamente segura, responsabilizando-me, pelo que  falo ou escrevo.

Regina Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário