domingo, 10 de setembro de 2017

IMPRESSIONANTE...


É madrugada, quase amanhecendo, talvez devesse estar dormindo, mas gosto de contrariar os roteiros constantes, iguais, massacrantes.
Abro a porta para que meus “poodles” entrem, pois não admitem eu, acordada e longe deles.
Que rico, meu Deus!!!
A brisa da madrugada traz consigo os aromas refrescantes que adentram em mim, abrindo passagem ao exibicionismo da vida em todo o seu gigantismo.
Penso então, que se dormindo estivesse, perderia este elixir, que me renova nas madrugadas que insisto em vivenciar.
E como um mel, suave e deslizante, sinto-te, ó vida, percorrendo o interior de meu corpo, abrindo passagem sem pedir licença, apenas me possuindo despudoradamente.
Incansável, faço amor com a vida ...
Sorvendo seu bendito gozo a cada amanhecer...



Nenhum comentário:

Postar um comentário