sexta-feira, 26 de setembro de 2014

O INFINITO QUE ME ESPERA

Desde que  aportei aqui em Itaparica, minhas manhãs são sempre surpreendentes, meus dias mais ricos em aprendizados e minhas noites de absoluta paz.
Percebo que com o passar do tempo, fui me tornando ainda mais sensível, na medida em que fui aperfeiçoando a minha capacidade em observar sem julgar, apenas sorvendo o melhor das coisas, das pessoas e das situações, afinal, o melhor sempre existe e então, por que ater-me ao ruim e ao inadequado.
E nesta seleção que jamais foi pensada, apenas intuída, fui descobrindo pérolas, diamantes e esmeraldas das mais puras gemas, nos lugares mais improváveis, nas pessoas menos indicadas, nas coisas mais simples e nas situações inusitadas.
Feliz então, sou eu, que apesar de esquisita, meio tola e rebelde, armazeno em minha alma, o esplendor de tudo que me cerca, mantendo-me isolada, do feio e do inútil.
Feliz sou eu, que na trajetória da vida, entre as flores e os espinhos fui somente invadida pelos aromas que além de me perfumarem a existência, servem de abre alas, para o infinito que me espera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário