quinta-feira, 1 de maio de 2014

PENSANDO NO “MASSA”


Para cada amigo que dizemos adeus, nos sentimos mais solitários, por que, ao partir, deixam  momentos de convivência que só a memória  é capaz de recriar, nos induzindo ao recolhimento emocional para que no pátio existencial, possamos recriar lembranças, rebobinando os filmes bem estruturados na afinidade que nos unia.
Pensando no “Massa” que nos deixou nesta manhã, registro as saudades dos papos cabeça, dos risos moleques, das gentilezas trocadas, do prazer dos encontros, do lamento do adeus.

E ainda pensando no Massa, apalpo o meu corpo e me sinto viva, reforçando a certeza que, enfim, sorrir é preciso.
Ao querido amigo e Professor Fernando Massa

Nenhum comentário:

Postar um comentário