terça-feira, 2 de dezembro de 2014

COMO PERDER?


Respiro fundo, fecho os olhos e sorrio, como não sorrir ao receber estas brisas maravilhosas que a natureza bendita me envia as 4.30 horas da manhã?
E se não bastassem os arrepios e os perfumes que adentram em mim, produzindo sensações inenarráveis, ainda essas preciosidades trazem consigo, seus pássaros sempre parceiros, cantando e encantando, esta minha alma apaixonada.
Como perder, tão belo espetáculo?
Nesta rotina de toda uma vida, mantive-me fiel a este, olá cotidiano, onde abraço a vida através de seus amanheceres, sem jamais ter me esquecido de senti-la profundamente, roubando despudoradamente para os meus pulmões, seus primeiros aromas, fazendo deles meu exclusivo elixir de força e de amor.
Que nesta terça-feira, possamos aspirar e nos inspirar na vida que existe em nós e sem pudores, medos ou timidez, tenhamos coragem para  abraça-la.
Afinal, só existe ela e nós...


Nenhum comentário:

Postar um comentário