domingo, 26 de outubro de 2014

PRESENTES DA NATUREZA


As pitangueiras estão em festa, fazendo coloridos os seus galhos e alegre o meu paladar, enquanto a amoreira vai se despedindo desta temporada, deixando ainda pender de seus galhos longos e flexíveis as derradeiras amoras que disputo acirrada com os passarinhos, a doçura de seus sabores.
E neste mesclar de cores e sabores, fico feliz e sorrio ao pensar na minha infantilidade em disputar com os pássaros, sabedora de que jamais estarei à altura dos astutos e rápidos companheiros, afinal, enquanto eles batem as asas e beliscam os sabores, eu bato minhas asas e voo para deles extrair, poesia e emoção.
No final, somos muito iguais e juntos sugamos o néctar desta natureza, que nos nutre e nos inspira, fazendo de nós, tão somente, seres livres, acostumados que estamos a bater nossas asas, em rumos nem sempre lembrados, nem sempre vivenciados.
Vai uma pitanga, aí ?
Tá doce que nem mel...
Que neste final de domingo, o sabor de sua fruta preferida, adoce o seu paladar e a sua alma também.

Um beijo carinhoso para vocês, desta senhora que adora viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário