sábado, 25 de abril de 2015

PENSANDO


Colocando figurativamente meu interior na minha tela mental, sorrio de pura emoção, pois afinal, como mensurar qualquer beleza externa, seja de qualquer natureza, se meus parâmetros estão limitados ao apenas aparente?
Coisa de louco, dirão alguns; coisa fantástica posso garantir...

E aí, este além de mim, torna-se tão palpável que nos tornamos mais que íntimos, porque na realidade percebemos que o infinito de nós mesmos a cada passo, cria a eternização do mágico e, então, somos capazes de trilhar produzindo, através das nossas intenções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário