domingo, 30 de março de 2014

MEU MESTRE, MEU GUIA.


Geralmente, quando sento frente ao computador, meus olhos viram para a direita e, através da janela, aprecio o meu jardim e o tudo de bom que nele há, inclusive os pássaros visitantes, mas agora, olhei para a esquerda e lá está ele, meu querido São Francisco de Assis em toda a sua simbologia comportamental que transformei em meu guia, meu mestre, que em forma de escultura de barro tem seu lugar de honra em minha casa e em minha vida.
Penso então que afinal, qual é o problema de se ter imagens e diante delas eu ou você nos sentirmos mais acolhidos, se é da natureza humana o querer ter um interlocutor, mesmo que imaginário na expressão de barro para que se possa ter a ilusão de se estar sendo ouvido, mesmo quando sabemos que o melhor ouvinte é a nossa própria consciência?
E é ela, sempre ela, que nos direciona à diversificados rumos, dependendo tão somente da base com a qual foi construída, todavia, preferimos acreditar que somos induzidos por alguém de carne e osso ou até mesmo pelas circunstâncias que nos envolve, forma oportunista de não nos sentirmos responsáveis pelos nossos atos, apesar de até gritarmos, se for o caso, para afirmar que somos autônomos em nossas decisões e escolhas. Incoerência total!
Gosto desta imagem que retrata uma bela história de um grande homem e somando-se a ela a oração tão bem articulada por um alguém desconhecido, mas certamente inspirado na grandeza da vida, que de modo simples, traça caminhos de orientação, onde o respeito ao outro, seja humano ou não, é a base sólida de uma convivência harmoniosa.
Então, por que desprezar esta representação simbólica que nos torna sem dúvidas um pouco donos da verdade da vida, na medida em que, através dela, abraçamos o mundo na representação real de tudo que sejamos capazes de sentir e tocar, e irmos mais além, através do imaginário, tocar na alma deste mundo que chamamos de Deus.
- Senhor, fazei de mim um instrumento de sua paz!!!!!
- Onde houver ódio, que eu leve o amor!!!!!
Pode haver mensagem mais simples e abrangente que esta?
Pois bem, o domingo está chegando ao fim e eu desejo a você uma semana repleta de simbologia que possa despertar sua consciência, fazendo de suas ações diárias, reflexos dela.


Nenhum comentário:

Postar um comentário