domingo, 8 de novembro de 2015

Que delícia!!!!


Hoje é domingo, pé de cachimbo e o sol baiano despudorado, mas absolutamente sedutor e envolvente, adentrou em mim logo bem cedinho, da mesma forma que deitou-se apaixonadamente sobre as flores e copas do meu jardim, levando-nos ao êxtase do gozo matinal.
O ventinho insistente, agita marolando a superfície das águas mornas de Ponta de Areia e, com certeza daqui a algum tempo, o cheirinho do churrasco do amigo Waldir Rodrigues estará nos convidando à uma saborosa refeição, neste pedaço de céu, onde só não é feliz aquele que de verdade não o quiser.
Penso então, que ser feliz, antes de ser uma firula ou coisa que o valha, é tão somente uma questão de talento, que se desenvolve a partir de uma vocação, que exige determinação, além da capacidade indiscutível de se despir, aí sim, das inutilidades cotidianas para deixar passar livremente a constatação básica, mas poderosa nos seus argumentos, que não deixam dúvidas de que a vida é bonita, é bonita e é bonita.
Que neste domingo de sol da primavera, sejamos poeta de nós mesmos, artistas universais.
Que consigamos pincelar com as cores de nossas almas, nossos instantes presentes, fazendo deles, sorrisos que nos eternizem.

Que delícia de poder nos destes, meu Deus!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário