terça-feira, 19 de agosto de 2014

A caminho do pódio


E foi dada a largada por todo o Brasil do grande prêmio ELEIÇÕES 2014, que contemplará no dia 05 de outubro uma gama considerável de novos  e outros contumazes representantes do povo e, enquanto isto, ficamos apreciando as performances variadas, se bem que previsíveis, já que tem faltado criatividade em relação ao aliciamento do eleitor.
Para ter seu bilhete premiado, o candidato faz de tudo, repare e pense se não tenho razão, quando você constatar algum deles, tirando fotos beijando criança remelenta, se deixando abraçar pelas velhotas assanhadas, entrando nos  casebres como se este fosse o palácio do Planalto e sempre sorrindo, abraça os donos da casa, como se fossem velhos amigos, sempre dispensando o cafezinho com uma boa desculpa, temendo pelo asseio e subindo nos palanques como se eleito estivesse e prometendo muitas vezes, sandices que, naturalmente, nunca cumprirá.
O forte Guerreiro, não teme a luta e numa maratona absurda, cercado de devotos fervorosos  tremulando cada qual uma bandeira, supera o cansaço, a fome e a agonia de milhares de beijos e abraços, tendo em mente uma inspiradora força interior de vir a ser um vencedor da árdua maratona de subir e descer ladeiras, adentar em becos e vielas e se mostrar deslumbrado com locais que jamais voltará, a não ser é claro, dali a quatro anos.
 “E se o cara for dos bons, ainda se transforma em ídolo, em símbolo sexual ou em Sassá Mutema”
Que coisa hein?!...

E a gente critica, até escreve gozando como faço agora, mas lá no fundo adoramos todo este delicioso furdunço, afinal, somos todos brasileiros, tupiniquins de essência, espertos por osmose, criativos por natureza, safadinhos por convicção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário